clicking on ".burger" toggles class "open" on ".burger"

ARTE COM SENTIDO

Remix - Ser do Planeta

A Humanidade está extinta. Os 4 Cavaleiros do Apocalipse elevam o último sobrevivente num dispositivo que irá fazer uma viagem pela mente humana.
O Inconsciente do Homem será dissecado ao mais ínfimo detalhe, percorrendo os seus sentimentos, aspirações e crenças.
O Homem é representado desde o seu surgimento na terra até à sua extinção.
O Ser do Planeta pretende ser um alerta para os actos errantes do Homem que podem levar à destruição do planeta e de si próprio.
Esta peça de teatro surgiu no âmbito da actividade "Eco-Teatro" da primeira edição do projecto reMix, promovido pelo Teatro Contra-Senso e pela Associação Entremundos, em parceria com a Junta de Freguesia de Marvila, uma iniciativa financiada pelo programa BIP-ZIP da Câmara Municipal de Lisboa.
Esta actividade procurou ser um instrumento privilegiado da expressão de cada participante, tendo sido também um espaço importante para o desenvolvimento do autoconhecimento e de uma singularidade criativa, potenciando a comunicação, o envolvimento e a forma de estar na comunidade de cada um.
Estreado em Dezembro de 2011, em Lisboa, “O Ser do Planeta” contou com um elenco de 8 jovens do bairro do Armador, em Marvila, bem como, por 5 elementos do Teatro Contra-Senso, de forma a contribuir para o fortalecimento da confiança e tranquilidade dos jovens em cena, apoiando-os na interiorização de métodos e condutas fundamentais para o sucesso da peça de teatro.
Autoria e encenação de Miguel Mestre

Elenco:

Beatriz Mindi, Diogo Passuco, Diogo Martins, Neide Semedo, Inês Mindi, Teresa Mindi, Jessica Baió, Irina Andrade, Ana Paula Rodrigues, António Vicente, Marina Oliveira, Mónica Mendes, Ruben Coelho e Ruben Reis