clicking on ".burger" toggles class "open" on ".burger"

ARTE COM SENTIDO

Remix - Eco-Teatro

A primeira incursão do Teatro Contra-Senso ao campo da intervenção social remonta a 2011, ano em que promoveu, em parceria com a Associação Entremundos e a Junta de Freguesia de Marvila, a primeira edição do projeto reMix, financiado pelo programa BIP-ZIP da Câmara Municipal de Lisboa.
O projeto consistia no desenvolvimento de três atividades principais, designadamente, uma oficina de eco-design, eco-brigadas, constituídas por grupos de moradores do bairro, que zelavam pela limpeza do mesmo, e o eco-teatro, uma atividade dinamizada pelo Teatro Contra-Senso com o objetivo de ministrar formação teatral a dois grupos de crianças e jovens oriundos de famílias vulneráveis da freguesia de Marvila.
Nos dois anos seguintes, o projeto reMix voltou a ser financiado pelo programa BIP-ZIP, sendo que a atividade eco-teatro definiu como objetivos em 2012, fomentar a criação de um grupo de teatro comunitário com o grupo de jovens que transitara da edição anterior do projeto e ministrar formação teatral a um segundo grupo que integraria, posteriormente, o futuro grupo de teatro comunitário. Em 2013, a atividade focou-se num grupo de 8 seniores da freguesia, procurando “canalizar para um projeto teatral as vivências dos mesmos, que culminou com o reconhecimento dos 8 seniores pelos seus pares como um exemplo de envelhecimento ativo no Bairro e na Freguesia.
Em 2012 e 2013, a atividade eco-teatro contou com um gabinete de apoio à atividade, dinamizado por um psicólogo, que veio complementar a ação formativa, revelando-se um instrumento privilegiado na relação com a comunidade, promovendo uma intervenção de cariz preventivo e articulado, no que diz respeito a situações de risco como o abandono, o absentismo, o insucesso escolar e a adoção de comportamentos de risco.
Esta vertente desenvolvida pelo Teatro Contra-Senso permitiu fomentar a descoberta de competências nos formandos, fortalecer a autoestima e a integração social, promover o sentido de compromisso e o trabalho em equipa, culminando em resultados positivos para os participantes, para o bairro e para a freguesia, através de um trabalho conjunto entre diversos atores, do Estado à Sociedade Civil.